Steve Jobs receberá honraria póstuma do governo americano

Fundador da Apple está na lista anunciada hoje para receber a Medalha Presidencial da Liberdade, maior condecoração para civis nos EUA

Steve Jobs, fundador da Apple, receberá uma homenagem póstuma da Casa Branca. O empreendedor é um dos 17 selecionados para receber a Medalha Presidencial da Liberdade, maior honraria concedida a civis que contribuíram para a “prosperidade, valores ou segurança dos Estados Unidos”, ou responsáveis por empreendimentos sociais, públicos ou privados de grande importância.

“Steve Jobs foi cofundador, executivo-chefe e presidente da Apple, Inc., CEO da Pixar e ocupou um cargo de liderança na Walt Disney Company. Sua visão, imaginação e criatividade levaram a invenções que mudaram e continuam a mudar a maneira como o mundo se comunica, além de transformar as indústrias de computadores, música, cinema e wireless”, diz a descrição da Medalha no site da Casa Branca.

A condecoração foi criada na gestão de John F. Kennedy, em 1963, e já foi entregue 647 vezes,

A entrega das condecorações será feita no dia 7 de julho. Ainda não se sabe quem receberá a medalha em nome de Steve Jobs, mas a imprensa americana aponta que Laurene Powell-Jobs, viúva do executivo, deve participar da cerimônia.

A lista completa, divulgada hoje pela administração Biden, inclui ainda o ator Denzel Washington, a jogadora de futebol Megan Rapinoe, a ginasta Simone Biles, e o senador John McCain (1936-2018), que perdeu as eleições presidenciais para Barack Obama em 2008.

Por André Sollitto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.