Vigilância Sanitária interdita comércios em Guanambi

Nove estabelecimentos foram interditados pela Vigilância Sanitária em Guanambi, no último domingo (16). As interdições aconteceram devido o descumprimento do horário determinado por Decreto Municipal.

As denúncias foram feitas por moradores e teve o apoio da Policia Militar no momento da interdição.  Segundo a Vigilância Sanitária, os estabelecimentos estão localizados nos seguintes bairros – um no Centro, dois no bairro Alvorada, dois na avenida Santos Dumont e quatro na avenida Guanabara.

A interdição dos estabelecimentos está prevista no Decreto Municipal nº 818 e na Portaria nº 23 de 07 de agosto de 2020, que regulamentam o funcionamento de estabelecimentos de serviços de alimentação, com observância ao enfrentamento da Emergência em Saúde Pública de combate ao contágio e proliferação do Novo Coronavírus (COVID-19).

A flexibilização para abertura de estabelecimentos comerciais permitiu o funcionamento de estabelecimentos do ramo, no entanto, determinou um regramento que, entre outras medidas, permite que os comércios fiquem abertos somente até as 21h.

Entre em contato com o WhatsApp 77 999927098 para comprar a luva de selicone

Os estabelecimentos que foram autuados se reuniram nesta segunda (17) com a coordenação do Departamento e fiscais atuantes, responsáveis pelo parecer técnico da Vigilância Sanitária, onde foi definida a penalidade de advertência, segundo o Código Sanitário do Município – Lei nº 1256/2019.

Além dos estabelecimentos, ainda no domingo, a fiscalização também atendeu a denúncia de  festa com som ao vivo em residência no bairro Santo André, recebida pela Central de atendimentos da Polícia Militar de Guanambi (Cicom). A festa foi interrompida e ninguém foi detido.

Interdições anteriores

No dia 06 de abril a Vigilância Sanitária de Guanambi também interditou duas lanchonetes na praça Gercino Coelho, o motivo foi que os estabelecimentos estariam permitindo a entrada de clientes. À época, a equipe constatou que, além dos clientes entrarem para comprar, havia um grande fluxo de pessoas na fila.

Diante da situação, vários comércios que estavam com a porta entre aberto, fecharam e deixam de permitir a entrada de cliente. À época, estava em vigor um decreto com restrições ao funcionamento do comércio até o dia 23 de maio.

Por Erasto Correia, fonte: Joana Martins

225 thoughts on “Vigilância Sanitária interdita comércios em Guanambi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *