Presidente do Bahia apresenta Sócio Digital e revela previsão de lucro: “R$ 9 milhões por ano”

Bellintani exaplica: “É uma mistura de Netflix com Big Brother”. Plataforma oferece conteúdo exclusivo para assinantes.

Enquanto vários clubes do país voltam os olhos para a hospedagem de vídeos e transmissões ao vivo em plataformas como o Youtube, o Bahia decidiu inovar. Na última quarta-feira, o clube lançou o Sócio Digital, aplicativo que oferece conteúdo exclusivo sobre os bastidores para assinantes. Pela ferramenta, os torcedores podem acompanhar treinos ao vivo, entrevistas com jogadores, além de ter acesso a notícias sobre o Bahia.

Em entrevista ao GloboEsporte.com, o presidente tricolor, Guilherme Bellintani falou sobre o aplicativo, que foi apelidado de “Netflix do Bahia”, embora o dirigente considere que se trata de uma mistura de programas e plataformas de sucesso.

 É uma forma mais simples de explicar para o torcedor, apesar de que eu acho que não é exatamente o Netflix a única referência. Brinquei outro dia no Twitter que o Sócio Digital é uma mistura de Netflix com Big Brother, Esporte Espetacular e redes sociais. A mistura dessas quatro coisas nos orientou para a elaboração do sócio digital – comentou.

No mesmo dia em que lançou o Sócio Digital, a maior parte dos vídeos no canal do Youtube do clube foi ocultada. Restaram apenas aqueles que faziam referência direta à nova ferramenta.

Segundo Bellintani, tudo fez parte da estratégia de lançamento do aplicativo. Os vídeos do Tricolor ficaram disponíveis novamente no canal do clube no Youtube nesta quinta-feira (16).

Queríamos uma estratégia que provocasse um choque inicial, para estabelecer uma nova realidade. Ocultar todos os vídeos foi muito importante. Mostramos que o clube está optando por uma nova plataforma de comunicação como prioritária, mas logicamente entendendo que não é a única. As plataformas são complementares, como as redes sociais e o próprio Youtube serão necessários para o clube. Mas a nossa plataforma prioritária no momento se tornou o Sócio Digital – explicou.

O lançamento do Sócio Digital estava previsto para o fim do ano. Porém, Bellintani afirma que a pandemia de coronavírus e a consequente paralisação do calendário do futebol brasileiro fizeram o Bahia acelerar os planos para aproveitar um período em que há pouca produção sobre o dia a dia no Centro de Treinamento Evaristo de Macedo.

Os planos do clube para a plataforma são ousados. O presidente tricolor conta que, em dois anos, pretende arrecadar o mesmo que recebe atualmente com a transmissão de jogos em Pay Per View. Somente no primeiro dia da ferramenta, mais de quatro mil pessoas se cadastraram para ter acesso ao conteúdo exclusivo.

– Lógico temos uma meta de médio a longo prazo com a plataforma. A gente espera, em dois anos, que bata o valor que o Bahia recebe de Pay Per View. Queremos, em 2022, com essa plataforma, igualar essa receita, que é de R$ 9 milhões por ano. A gente acha que será um caminho gradativo, a própria plataforma vai evoluindo, e vamos conquistando isso aos poucos. Com a chegada de jogos ano que vem, o Campeonato Baiano, vamos conseguir agregar mais conteúdo à plataforma. Vamos fazer produção de séries e filmes. Vamos trazer cada vez mais uma produção mais robusta para o nosso torcedor. Esperamos que, em 2022, o arrecadado com o Sócio Digital seja equivalente ao Pay Per View – comentou.

O valor projetado é maior do que o Bahia já conseguiu produzir com o Youtube. O presidente tricolor afirmou que o clube nunca conseguiu capitalizar bem com o material audiovisual produzido, realidade que tende a mudar com o Sócio Digital.

– Estamos muito convictos do que estamos fazendo. Trabalhamos com o Youtube por anos e não encontramos um jeito consistente de monetizar, de ganhar dinheiro com aquilo. Salvo com jogos, que há um caminho. Mas, mesmo assim, entendo que não é o melhor caminho. Com o conteúdo que estamos oferecendo, que é o conteúdo entre partidas, treinos, entrevistas, programas, embarque e desembarque, concentração, essa cobertura de bastidor, o Youtube não seria, de forma alguma, o melhor caminho. Se mostrou pouco apropriado para rentabilizar o clube. Os clubes ficam disputando o ranking para ver quem tem mais seguidor no Youtube, mas, na prática, isso não se converte em dinheiro – opinou.

Clube inovador

O Sócio Digital substituiu o BBMP, aplicativo que foi promessa de campanha de Bellintani e reunia informações, transmissões de rádio e promoções do Bahia. Para o dirigente, a nova plataforma é mais um passo em direção ao objetivo de transformar o Tricolor no clube mais inovador do país.

– A gente tem se esforçado, perseguido o título de clube mais inovador do Brasil. Para isso, a gente tem se esforçado em formação de equipe, concepção de produtos, ousadia. O Sócio Digital vem para mostrar que estamos na vanguarda da inovação. Nenhum clube optou por uma plataforma desse tipo até agora, com esse estilo de comunicação, esse jeito de fazer. Damos um salto importante e que vai além do que os outros clubes estão fazendo, que, na nossa opinião, é da geração anterior da comunicação de clubes, que é a TV pelo Youtube. A plataforma digital é uma etapa seguinte ao que muitos clubes estão começando a fazer agora, que são as TVs por Youtube.

O Sócio Digital é fruto de um núcleo criado dentro do Bahia especificamente para produzir novas ferramentas, assim como pensar em evoluções das plataformas que já estão em uso.

– A gente vai em um processo evolutivo do próprio sentido de inovação. Temos um núcleo de inovação dentro do clube que vai avançando. Cada vez que um projeto vai tomando corpo, ocupando espaço, vai se pensando em novas ideias, novas fases daquele projeto. O Sócio Digital é um desdobramento, uma fase seguinte do aplicativo BBMP. A gente sentia falta de uma coisa mais robusta de comunicação, de oferecer uma visão do clube que o torcedor normalmente não consegue ver. Entramos no momento do streaming, uma nova lógica de comunicação. Tivemos a ideia de fazer uma plataforma que é quase um canal de televisão via internet, que agrega várias outras coisas, já que o aplicativo tem muito mais funcionalidade que a simples transmissão. O ponto forte, a âncora disso tudo, são as transmissões ao vivo e os vídeos gravados que disponibilizamos para o torcedor diariamente.

Entre as inovações pensadas pelo Bahia está a Universidade do clube. O Sócio Digital oferece vídeo-aulas sobre temas relacionados ao esporte. Bellintani aponta que a biblioteca atual do aplicativo é apenas um aperitivo do que o clube pretende disponibilizar para os associados no futuro.

– A gente começa com mais de 50 aulas gravadas. Aos poucos, vamos postando. São aulas com média de 20 minutos, que serão pílulas para os próximos cursos. No futuro breve, teremos o lançamento de cursos de aperfeiçoamento, cursos de atualização na área de futebol, e, no momento adequado, um curso de pós-graduação. Tudo isso dentro do Sócio Digital.

O Sócio Digital está disponível nas lojas de aplicativos para smartphones e não é uma categoria de associação estatutária, logo, não dá direito ao voto nas eleições ou assembleias promovidas pelo clube.

Por Thiago Pereira

226 thoughts on “Presidente do Bahia apresenta Sócio Digital e revela previsão de lucro: “R$ 9 milhões por ano”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *