49% dos brasileiros que receberam auxílio emergencial reprovam atuação do governo Bolsonaro na pandemia; 26% aprovam

Pesquisa foi realizada em 23 e 24 de junho, com 2.016 brasileiros pelo celular em todas as regiões e estados do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal “Folha de S.Paulo” no final da noite desta terça-feira (30) mostra que 49% dos beneficiários do Auxílio Emergencial consideram o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ruim ou péssimo na crise do novo coronavírus. Entre os que avaliam o governo como bom ou ótimo estão 26%.

Avaliação do presidente entre quem pediu e recebeu pelo menos uma parcela do Auxílio EmergencialFonte: Datafolha

O presidente também é mal avaliado entre os que pediram e não receberam o auxílio e entre os que não pediram o recurso:

Avaliação do presidente entre quem pediu e não recebeu pelo menos uma parcela do Auxílio EmergencialFonte: Datafolha

Avaliação do presidente entre quem não pediu o Auxílio EmergencialFonte: Datafolha

O Datafolha também perguntou se o presidente ajuda ou atrapalha no combate à pandemia. Do grupo que já recebeu pelo menos uma parcela do auxílio, 61% considera que Bolsonaro mais atrapalha do que ajuda no combate ao coronavírus. Essa também foi a avaliação de 61% dos entrevistados que não pediram a ajuda financeira.

Pediu Auxílio Emergencial e recebeu ao menos uma vezFonte: Datafolha

Pediu Auxílio Emergencial e não recebeu nenhuma vez (%)Fonte: Datafolha

Não pediu Auxílio Emergencial (%)Fonte: Datafolha

O Datafolha também perguntou sobre a avaliação da atuação do Ministério da Economia, liderado por Paulo Guedes, durante a pandemia. Entre quem recebeu o Auxílio Emergencial, 39% avaliou como regular, 32% como ótimo/bom e 25% como ruim/péssimo. Nos outros dois grupos pesquisados, a maioria também avaliou o trabalho da pasta como regular:

Pediu o Auxílio Emergencial e recebeu pelo menos uma parcelaFonte: Datafolha

Pediu o Auxílio Emergencial e não recebeuFonte: Datafolha

Não pediu o Auxílio EmergencialFonte: Datafolha

O levantamento foi realizado em 23 e 24 de junho, com 2.016 brasileiros pelo celular em todas as regiões e estados do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Por causa do coronavírus, o levantamento foi realizado por telefone, método que, segundo o Datafolha, não tem a mesma eficácia das pesquisas presenciais nas ruas e nos domicílios.

Por G1

121 thoughts on “49% dos brasileiros que receberam auxílio emergencial reprovam atuação do governo Bolsonaro na pandemia; 26% aprovam

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *