Guedes pretende incluir informais em novo Bolsa Família

O ministro da Economia, Paulo Guedes, informou nesta semana, durante reunião ministerial, que o governo deve incluir trabalhadores informais, ambulantes, diarista e outros trabalhadores que não possuem um vínculo com a CLT, em um novo programa que deve substituir o Bolsa Família. 

Atualmente o projeto que se chamará “Renda Brasil” ainda está em processo de formulação pelo governo. Valores sobre o benefício e custo para o orçamento não foram detalhados, no entanto o ministro apontou que estão sendo realizados trabalhos para criá-lo após o fim do pagamento do auxílio. 

Segundo deputados ouvidos pelo GLOBO, o ministro da economia disse na véspera da reunião, que há pessoas em faixa de renda intermediária no Brasil que nenhum governo havia identificado e cadastrado. 

Guedes fez um breve histórico do Bolsa Família, programa voltado para a extrema pobreza, e argumentou ser necessária uma restruturação do programa. 

Ele destacou em sua fala, sobre a faixa da população que não vive na miséria, mas “não tem uma condição boa” e que poderia ser atendida pelo programa.  

Fato que estimularia essas pessoas a progredir e a ter uma colocação melhor no mercado de trabalho. O benefício funcionaria como uma complementação da renda desses trabalhadores. 

Ainda de acordo com deputados, Guedes estava otimista. Ele afirmou que o Brasil “está superando” a crise do desemprego de forma melhor do que os Estados Unidos fizeram.   

Durante a reunião na Câmara, ministros e parlamentares escutaram a defesa de Guedes a projetos prioritários do governo, como medidas provisórias que devem ser votadas pelo Congresso. 

 O ministro também falou sobre o cenário da retomada na economia e a necessidade de investimentos em infraestrutura e admitiu que a pandemia pegou o governo desprevenido. 

Durante duas horas, além de falar sobre possíveis novos projetos, Guedes também ouviu perguntas de parlamentares sobre propostas em tramitação no Congresso. 

Por Julia Teodoro

285 thoughts on “Guedes pretende incluir informais em novo Bolsa Família

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *