Louis Vuitton registra blockchain para e-commerce no Brasil

Alguns meses depois de registrar um serviço de criptomoedas no Brasil, a marca francesa de acessórios de luxo Louis Vuitton (LV) acaba de registrar um pedido de patente de uma blockchain para e-commerce junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Assim, no momento, a publicação de pedido de registro está aberta para oposição. Isso quer dizer que, a partir da publicação do registro, abre-se um prazo de 60 dias para que qualquer interessado apresente algum ponto de conflito sobre o pedido de patente. No entanto, caso isso não ocorra, o pedido de registro deve ser concedido à LV.

O pedido, depositado em outubro de 2019, foi registrado e divulgado nesta terça-feira, dia 9 de junho, pela Revista da Propriedade Industrial (RPI).

Além disso, o registro foi feito pela Louis Vuitton Malletier, mas sob o nome de Aura, como é chamada a rede blockchain criada pela LV. Desta forma, a rede tem o objetivo de provar a autenticidade dos produtos de luxo comercializados pela LV.

Assim, um trecho das especificações do pedido de registro diz:

“Tecnologia blockchain para softwares de computador. (…) dispositivos de pagamento eletrônico online, venda online de produtos, serviços no varejo ou no atacado (…) por tecnologia blockchain para melhorar as relações com clientes. Venda desses produtos por meio de um sistema que permite a rastreabilidade da comercialização. (…) Distribuição de produtos através da tecnologia blockchain para aprimorar as relações com clientes.”

Louis Vuitton registra serviço de criptomoeda no Brasil

Conforme noticiou o CriptoFácil, em março deste ano a Louis Vuitton também registrou um outro pedido relacionado a criação de criptomoedas e serviços financeiros no ramo de criptoativos no Brasil.

Isso ocorreu cerca de um ano depois de ser noticiado que a empresa estava planejando criar a rede blockchain Aura.  Este registro foi feito por Christèle Perrot, representante do conglomerado LVMH do qual a Louis Vuitton faz parte.

Por Lorena Amaro

277 thoughts on “Louis Vuitton registra blockchain para e-commerce no Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *