Judô baiano ganha mais 10 kodanshas em 2020 e a primeira mulher kodansha baiana

O judô baiano contará com mais 10 kodanshas em 2020, celebrando ainda a promoção da primeira kodansha mulher da Bahia. A Comissão Nacional de Graus, da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), em consonância à avaliação realizada pela Comissão Estadual de Graduação e pela Federação Baiana de Judô (Febaju), aprovou os currículos e confirmou a promoção ao sexto Dan dos senseis Angel Peleteiro, Antônio Nabuco, Ciro Pinto, Cristiane Pinto, Dalmacio do Carmo, Francisco Neto, Luis Edson, Paulo Latif, Vladson de Matos e Ricardo Santos.
“Em 2020 lançamos a campanha ‘Judô com Elas’ e a promoção da sensei Cristiane Pinto é a celebração de um caminho de equidade e de avanço. Recebemos a notícia, destacando e incentivando que as judoístas baianas galguem novos espaços e novas conquistas”, comemora o presidente da Febaju, Marcelo Ornelas.
A cerimônia de entrega da nova outorga ainda terá data confirmada pela CBJ, sendo aguardando o retorno do calendário, visto a pandemia do Novo Coronavírus.
“O Kodansha é um título de alta graduação, específico do judô e a Bahia ganha em qualidade e experiência para evolução da modalidade. Os nossos kodanshas têm a missão de difundir os princípios filosóficos e educacionais do judô, o que engrandece o judô, o esporte, os nossos atletas e suas famílias. São dez nomes de referência para a Bahia”, finaliza Ornelas.

Por Thaís Brandão

1.736 thoughts on “Judô baiano ganha mais 10 kodanshas em 2020 e a primeira mulher kodansha baiana